Cuidado com as calorias do couvert

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo

Comer fora com os amigos, o namorado ou a familia é um dos programas que você mais gosta? Então aproveite. Mas, se quiser um conselho, aprenda a identificar e vencer as pegadinhas calóricas dos restaurantes. Não se engane pensando que o perigo está só nos pratos principais preparados com manteiga ou creme de leite e nas enormes sobremesas açucaradas. O couvert também tem ciladas — e das boas! Apesar do visual inocente, os pequenos potes trazem delícias quase sempre mergulhadas no azeite — a berinjela marinada é tradicional — e acompanhadas de pão, muito pão (um mais tentador que o outro!), Resistir é uma prova de fogo quase impossível de vencer, principalmente porque essas comidinhas são colocadas diante dos nossos olhos no auge da fome. E aí não tem jeito: enquanto você espera o garçom trazer seu pedido, belisca uma torradinha de alho aqui, um minicroissant com patê de queijo ali e, sem perceber, chega a consumir nada menos que 600 calorias! Se não der para trocar o couvert por uma entrada menos calórica (afinal, outras pessoas da mesa podem querer os petiscos), veja o que as nutricionistas Samantha Macedo, da Equilibrium Consultoria em Nutrição & Bem-Estar e Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, as duas em São Paulo, recomendam para deixar os beliscos mais amigos em cinco situações diferentes.

Couvert da casa
Você senta à mesa e lá vem o garçom com a tradicional berinjela marínada, pãozinho, manteiga, torradinha de alho, palitas de cenoura e pepina, azeite aromatízado. Não deu para comer só os legumes? Pelo menos evite cair de boca no pão com manteiga:troque-a por um fiozinho de azeite e procure pedir uma opção leve no prato principal. E esqueça a sobremesa e o refrigerante (peça uma limonada, um suco de maracujá com adoçante ou uma água acompanhada com uma rodela de laranja ou limão).

Sistema de bufê
Antes de começar a colocar as comidinhas no prato, dê uma olhada geral no balcão do couvert. É uma ótima maneira de fazer combinações interessantes só com as opções mais leves. Quer ver: torradinhas simples (três feitas de pão francês) acompanhadas com patês à base de ricota, cream cheese ou queijo cottage, e cenoura, pepino, salsão em tiras e tomate-cereja. Outras interessantes são: azeitona, palmito, aspargo, fundo de alcachofra, picles, kani kama, cogumelo, salmão marinado e carpaccio.

Vai pedir nhoque?
Esqueça os pâes do couvert — mesmo os mais light. Prefira legumes (berinjela, abóbora, cenoura e abobrínha) grelhados, patês levínhos (ricota com ervas) e, no máximo, azeitonas (só quatro e com pouco azeite).

Pão é sua paixão
Confirme se o restaurante oferece a versão integral. Se não, coma meio pão francês sem miolo. O índice glícêmico (IG) do pão branco é alto e, por isso, estimula a produção de insulina em larga escala (em excesso, esse hormônio faz o corpo acumular mais gordura, lembra?), além de abrir o apetite. Compense o poder que esse alimento tem de engordar com um prato principal rico em proteínas magras (atum, salmão, frango, peru) grelhados. E complemente a refeição com vegetais e frutas com 0 baixo (salada verde e abacaxi, por exemplo).

A salada primeiro
Se, ao chegar, você pedir de cara uma salada de folhas verdes, vai reduzir bem o poder que as opções do couvert, especialmente o pão, têm de engordar. As fibras das folhas e legumes diminuem a velocidade com que os carboidratos são transformados em açúcar no sangue, de novo poupando o organismo de uma enxurrada de insulina, A proteina — de um carpaccio, por exemplo — também ajuda a segurar o índice glicêmico dos carboidratos e, com isso, a refeição engorda bem menos.

Outro bom começo
Dependendo do restaurante, você pode dispensar o couvert e começar sua refeição com entradinhas leves e interessantes como estas
Casquinha de siri: rica em proteína, dá uma boa sensação de saciedade e reduz o índice glicêmico da refeição. A unidade (120 g) tem 188 calorias.
Coquetel de frutos do mar: essa é outra opção com bastante proteína. Uma porção (200 g) com ostra e camarão (sem molho) tem 135 calorias.
Carpaccio (6 fatias finas) com rúcuta, molho de mostarda e alcaparras (sem parmesào): fonte de proteína, fibras e um pouco de carboidrato. Tem cerca de 112 calorias.

Fonte : Boa Forma ed 225

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *