Depressão pós cirurgia

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo

Na maioria dos casos de depressão e suicídio pós-cirúrgico, os pacientes já tinham um quadro de alteração psiquiátrica. É por isso que a avaliação psicológica e o acompanhamento médico são tão importantes. Problemas como a depressão raramente são causados pela cirurgia, mas a operação pode ampliar sintomas de condições já existentes. Costuma-se perguntar para os pacientes se eles estão felizes, se recomendariam a cirurgia e se fariam de novo. A resposta é, na maioria esmagadora das vezes, positiva. Apenas uma mulher, em todos esses anos, disse que se arrependeu da cirurgia
A Organização Mundial de Saúde estima que, a cada ano, 300 mil pessoas morram em decorrência de complicações causadas pela obesidade. Nem todo obeso pode passar pela cirurgia. Quem se submete ao procedimento precisa estar dentro de certos parâmetros de índice de massa corporal.
Há também os obesos que são operados por profissionais pouco qualificados e precisam, anos depois, passar por outra cirurgia para consertar problemas causados pela primeira. O cirurgião Nilton Kawahara, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), diz que quase 70% dos pacientes operados que não seguem as orientações médicas à risca voltam a ganhar peso:
De todos os pacientes que nos procuram, 50% deles são para re-operações, na maioria mulheres, que foram submetidos a técnicas incorretas e atualmente voltaram a ser obesos mórbidos. Destes, 25% foram submetidos a métodos inadequados e o restante não seguiu as orientações de dieta, atividade física e apoio psicológico da equipe multidisciplinar.

Fontë: O Globo

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *