LIPO: Fim da Barriga

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo

Ela é disparada, a plástica de perferência nacional. Pudera, ela é mesmo o melhor jeito de secar as gordurinhas localizadas que driblam qualquer dieta e ginástica.

Perguntas mais Frequentes

Porque a gordura se instala no abdômem?

Infelizmente, a barriga é um dos locais preferidos pelo organismo feminino para armazenar gordura, Lógico que dez entre dez brasileiras querem se livrar desse estoque que assombra até as mais magrinhas. O que para nos e uma dobrinha indesejável, para o corpo é um deposito de energia que resiste ate a malhação puxada. Se você não está muito acima do peso, faz ginástica e investe em addominais, a melhor pedida para se livrar das gordurinhas e mesmo a cânula.

É o método mais eficaz para dar fim a gordura localizada?

Sim. “É o melhor caminho para remover a gordura localizada diz Sebastião Tomaz de Oliveira. cirurgião plástico do Hospital e Maternidade São Luiz. em São Paulo.” Mas, estamos falando de gordura localizada “, insiste. A lipo não e indicada para quem está muito acima do peso e quer afinar a silhueta.” Não se trata de um método de emagrecimento “. alerta o cirurgião plástico Jose Tariki. Ela é recomendada para quem está em dia com a balança. tem bons hábitos, mas luta contra depósitos de gordura. A elasticidade da pele é outro fator decisivo.” Entre os 20 e os 40 anos, ela tende a se moldar ao novo formato depois da retirada dos excessos “. explica Sebastião de Oliveira. Se a pele esticou, encolheu demais e ficou com sobra (caso de ex -obesos, de quem teve várias gestações) ou se tem muitas estrias, mau sinal. Isso compromete o resultado.

Faço ou não Faço o que deve pensar na hora de decidir?

0k. É fato que a lipo caiu na graça das mulheres. Mas, passar por ela não é como fazer depilação. Da escolha do cirurgião ao pós-operatório, cada detalhe pesa no sucesso da empreitada. Com quem fazer? Peça indicações a conhecidas e certifique- se de que o médico pertence à Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e tenha ainda formação em cirurgia geral com treinamento em lipoaspiração (como exige o Conselho Federal de Medicina). Um bom profissional faz uma avaliação completa para se certificar da necessidade de cada paciente, Também pede exames de acordo com o seu perfil. Problemas de saúde, como males cardíacos ou hipertensão, aumentam a probabilidade de complicações Fumantes correm mais risco de má cicatrização e problemas respiratórios. Pergunte tudo, da duração ao número de incisões necessárias no seu caso.

Quais são os riscos?

Com todos os cuidados acima, o procedimento é seguro. mas, não ha como garantir 0% de perigo: Hoje, as técnicas são menos agressivas e afetam pouco vasos e nervos”, conta Cláudio Dias, cirurgião plástico de São Paulo. Cânulas para sugar a gordura são milimétricas e nas mãos de um bom médico, os riscos de atingir órgãos internos são mínimos. Graças as substâncias coagulantes injetadas no local, o sangramento também é reduzido. Os especialistas comparam os riscos da lipo ao de um desastre de avião. São raros. mas existem. “Por isso, deve ser feita em hospital ou clínica com recursos adequados”. insiste José Tariki. Um consultório nem sempre é preparado para emergências. Afinal, ninguém está livre de uma alergia ao anestésico, que pode ser revertida num hospital com medicamentos.

Dá para fazer várias operações ao mesmo tempo?

Sim. mas aí tanto o tempo de cirurgia como o número de incisões é maior Para retirar só um pouco de gordura da barriga basta um furinho, uma hora na mesa e pronto. Mas se a idéia é aproveitar o embalo e misturar várias técnicas para enxugar o corpo, o tempo na mesa, o período de recuperação e os riscos aumentam na mesma proporção. O perfil da paciente também é decisivo nessa avaliação Se há uma condição associada — a pessoa é diabetica ou hipertensa por exemplo — cai a margem de segurança. Para um único ou vários procedimentos simultâneos, o médico vai escolher o tipo de anestesia de acordo com a paciente: geral, local (aplicada na área e acompanhada por sedação) ou peridural (da cintura para baixo).

Como é o pós operatório?

Ninguém vai ganhar uma cinturinha de pilão sem sacrifício. Os três primeiros dias pós-lipo podem ser bem difíceis. Tem gente que sente muita dor. O inchaço e outro fantasma, já que a cânula rompe alguns vasinhos que derramam líquido entre as células. Algumas pacientes incham pouco; outras, sentem esse efeito até no tornozelo. A aparência melhora devagar. Só de três a seis meses tudo volta a completa normalidade. Não é à toa que os médicos insistem na cinta e na drenagem linfática para eliminar líquidos. Os roxos, outro resultado dos vasos rompidos, incomodam por 15 dias. Para tudo, há o alívio de analgésicos e
massagens.

Em quanto tempo posso voltar a minha rotina?

Se você fizer uma cirurgia concentrada numa área menor e a retirada de gordura for pequena, já no quarto dia pode retomar uma rotina leve. inclusive sexual, se houver disposição. No caso de cirurgias maiores. quando a paciente faz, ao mesmo tempo, iipo na barriga, esvazia os pneuzinhos, o interior das coxas e o culote, vai levar uma semana para se recuperar. Vale lembrar que, em qualquer tipo de lipo, o limite de gordura não deve ultrapassar 5% do seu peso. E, veja bem: rotina normal não inclui exercício. Mesmo os leves (caminhada, por exemplo) só podem ser praticados depois de 15 dias. Um mês e a vida, praticamente, volta ao normal. Dá até para puxar ferro. Aí é hora de se preocupar com o sol e acompanhar com cuidado a cicatrização, pois há peles com tendêncía a manchas e quelóides. Último aviso: enquanto houver roxo, fique longe do sol.

Vou ter que continuar malhando mesmo tendo feito lipo?

Quando você receber alta, significa que tudo está no seu devido lugar e você pronta para arrasar com o corpo que pediu a Deus. Mas não esqueça: as células adiposas removidas não voltam a se formar, mas outras, ao redor do local aspirado, podem inchar, formando novos pneus e até deixando sua silhueta deformada. Portanto. considere a lipo uma ajuda e tanto, mas mantenha a malhação regular e uma dieta adequada.

<a href="http://www.receitasparaemagrecer.com.br/recsite/index_final.php?c=Casos%20de%20Sucesso&n=34">casos de sucesso</a>

Fonte: Boa Forma ed 229

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 You can leave a response, or trackback.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *