Coisa Antiga

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo - (0 Comments)

Ao contrário do que se pensa, anorexia e bulimia não são doenças da vida moderna. Há indícios de casos de anorexia desde o século 16, mas foi somente após 1970 que começou a ser diagnosticada como doença. A bulimia já era famosa na época do Império Romano, com os fartos banquetes e os vomitórios. O diagnóstico médico iniciou-se por volta de 1979. Ou seja, os estudos clínicos são recentes e ainda faltam muitos dados a esclarecer.
O que se sabe é que a maior incidência de anorexia e bulimia se dá nos países ocidentais. Trata-se de uma questão sócio-cultural, pois nesses países imperam o consumismo, o culto ao corpo e a preocupação excessiva com a beleza. Também por esse motivo e, provavelmente por questões hormonais, as mulheres são mais propensas a apresentarem esses transtornos, numa relação de 10 mulheres para cada homem. “Em dez anos de existência, o Ambulim atendeu, até agora, cerca de três homens com anorexia ou bulimia”, afirma o psicólogo Cristiano Nabuco de Abreu, coordenador da equipe de psicologia do Ambulim. “E entre as mulheres, a idade de incidência está diminuindo. Hoje podemos ver meninas de nove ou dez anos que já apresentam sintomas”, alerta ele. É bom lembrar que na adolescência o problema é ainda mais perigoso por ser um período de desenvolvimento, e as meninas, ao invés de perderem peso, simplesmente deixam de ganhar.
Segundo estudos internacionais, a anorexia apresentou um aumento de incidência de 1950 a 1980 e depois estabilizou-se. A bulimia também teve um aumento de registros em 1980, em seguida ficou estável e na década de 90 os casos começaram a reduzir. Porém, entre os especialistas ainda há dúvidas se os casos realmente se elevaram ou se o que ocorreu foi um crescimento dos diagnósticos. Mesmo assim, os dados assustam. “A prevalência é considerada baixa, mas é preciso tomar muito cuidado pois, dentro de todos os transtornos psiquiátricos, a anorexia é o mais grave. A taxa de mortalidade chega a 0,5% no mundo entre as mulheres jovens”, diz a psiquiatra Veruska Lastoria. Estudos clínicos internacionais de 2003 (os mais recentes nesse aspecto) revelam que no mundo são registrados cerca de oito casos de anorexia para cada 100 mil habitantes e 30 casos de bulimia para cada 100 mil habitantes.
Das três doenças que compõem os transtornos alimentares, a maisre cente é a compulsão alimentar, que teve seu boom por volta da década de 90. As informações são escassas e a classe médica não possui dados sobre os casos registrados, seja no Brasil ou em qualquer parte do mundo. Sabe-se apenas que na com pulsão, os homens estão em pé de igualdade com a população feminina, chegando a um homem para cada uma mulher e meia.

Fonte: Vida e Saúde

Elas devem fazer a cirurgia. É muito comum obesos sofrerem de hipertensão arterial e/ou diabetes tipo 2, problemas que melhoram acentuadamente ou desaparecem com a perda de peso que a cirurgia proporciona.

Fonte: Revista Corpore

LAQUE disfarça a celulite!!!

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo - (0 Comments)

Isso mesmo, aquele spray fixador, também conhecido como laquê é um dos truques mais usados pelas celebridades para disfarçar as malditas celulites!
Basta aplicar o spray fixador nas regiões onde as marquinhas estão mais evidentes. O produto ajuda a fixar a pele, resultando em um efeito plastificado.
Depois da aplicação, é preciso esperar que seque para que a pele fique com a superfície lisa, uniforme e brilhante. O brilho vai refletir a luminosidade, disfarçar a profundidade dos furinhos e ajudar a camuflar a celulite.
Lembrando que uma pele bronzeada também ajuda, e bastante a disfarçar o aspecto de casca de laranja das coxas e bumbum.
Fonte: todaela.uol.com.br

Queijadinha de leite de soja

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo - (0 Comments)

INGREDIENTES
2 ovos
2 xícaras (chá) de leite de soja
2 xícaras (chá) de açúcar
1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
1 coco
1 colher (sopa) de manteiga ou margarina
1 colher (sopa) de fermento em pó
50 g de queijo parmesão ralado
1 pitada de sal

MODO DE FAZER
Reserve o fermento. Descasque o coco, corte em pedaços pequenos e bata no liquidificador com os de mais ingredientes. Acrescente por último o fermento. Despeje a mistura em uma assadeira untada e enfarinhada, leve ao forno preaquecido até dourar. Aproximadamente 35 minutos.
Rendimento: 20 porções
Calorias: 156 por porção

Beleza Inatingível

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo - (0 Comments)

Ícone de beleza nos últimos anos, Gisele Bündchen e outras famosas super-modelos são fonte de inspiração de jovens e adolescentes. Todas querem ser esguias, independentemente de sua estrutura física. E, para isso, não medem esforços: remédios, dietas da moda, jejum e horas de academia se transformam num vício para perder peso e atingir o tão sonhado corpo ideal. O que é um imenso perigo.
Recentemente, o escritório da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou um relatório que comprova que o Brasil é o país com maior consumo mundial per capita de anfetaminas. “O abuso de remédios para emagrecer, além da dependência, propicia o aparecimento de anorexia e bulimia”, alerta Veruska Lastoria Amigo, psiquiatra do Programa de Orientação e Assistência a Pacientes com Transtornos Alimentares (Proata) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).O quadro começa a partir de uma dieta, um dos fatores predisponentes para o desenvolvimento de distúrbios alimentares. O próximo passo pode ser a procura por remédios, agravando ainda mais a situação.

Fonte: Vida e Saúde

A soma das duas atividades vai proporcionar melhores resultados. A bike é uma atividade aeróbica que queima calorias, trabalha intensamente o condicionamento cardiovascular e a resistência muscular das pernas. Para que fiquem mais desenhadas, voc~e precisa praticar também musculação ou ginástica localizada.
Se o objetivo é reduzir medidas, além desse pacote de exercícios é fundamental manter a dieta sob controle. Agora, se sua estrutura óssea é grande ou se voc~e tem quadris largos, coxas e pernas grossas, não fique imaginando que a malhação possa mudar seu biotipo e transformar completamente seu corpo. O seipotencial genético é prponderante e determina em grande parte o limite dos resultados.
Tenha certeza de que, quando começar a treinar, vai sentir um aumento de medias nas pernas por conta do ganho de massa muscular.

Fonte: Coordenador de musculação Toni Nascimento.

Bulemia Nervosa

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo - (0 Comments)

A palavra bulimia tem origem no grego, bous limus, que significa “fome de boi”. O problema consiste em episódios de compulsão ao comer, ingerindo, num curto intervalo de tempo, uma quantidade de alimento superior ao que as pessoas normais conseguem. O vômito vem em seguida.
O principal sentimento da pessoa bulímica é o de perda de controle sobre a alimentação. Para o diagnóstico de bulimia, bastam duas crises semanais, durante três meses.
Após um episódio compulsivo, a pessoa passa a ter comportamentos compensatórios, ou seja, para evitar o ganho de peso, o bulímico ingere laxantes e diuréticos e provoca o vômito. “O vômito auto-induzido é muito comum, sendo encontrado em até 95% dos pacientes. Com o tempo, aproximadamente 20% deles obtêm o controle voluntário do reflexo do vômito por meio de contração abdominal, não mais necessitando forçá-lo mecanicamente”, diz a nutricionista. Os bulímicos apresentam características como exercícios físicos excessivos, dietas rigorosas (hipocalóricas), abuso de cafeína e uso de hormônios tireoideanos, drogas anorexigenas e, eventualmente, cocaína.

Fonte: Vida e Sáude

Apoio

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo - (0 Comments)

Visando a alertar para o problema dos trantornos alimentares e gerar discussão sobre a ditadura da beleza e o modismo das dietas, desde 2004 diversos orgãos e entidades têm se unido para promover no país a Semana da Conscientização sobre Transtornos Alimentares. O último evento ocorreu em agosto de 2006, organizado pela Genta, em parceria com o Núcleo de Transtornos Alimentares e Obesidade (Nuttra), do rio de Janeiro e o grupo Interdisciplinar de Obesidade e Transtornos Alimentares (Gota), de Belo Horizonte.

Fonte: Voda e Saúde

O governo dos Estados Unidos aprovou o primeiro remédio para emagrecimento que não precisa de receita e que, se for combinado com um regime, pode ajudar uma pessoa a perder até 50% mais peso que o que perderia apenas fazendo regime, informou a empresa GlaxoSmithKline.
O remédio Alli, que começou a ser vendido, no EUA, no dia 15 de junho, é indicado para adultos com sobrepeso que sigam uma dieta pobre em gorduras e calorias. "Não é uma pílula mágica", disse em entrevista a nutricionista porto-riquenha Sylvia Meléndez-Klinger, para quem o novo remédio é um "empurrãozinho" que pode facilitar a perda de peso e ajudar a prevenir problemas de saúde derivados da obesidade, como diabetes, colesterol e hipertensão.

Segundo a especialista, existe uma "pressão para auxiliar o público a perder peso" e, ao contrário de outros remédios para emagrecer que podem ser comprados sem receita no mercado, os estudos da FDA (agência americana que regulamenta alimentos e remédios) demonstram a "eficácia e segurança" do Alli.

Ela acrescentou que a aprovação da venda desta pílula sem prescrição médica se deve ao fato de ela só funcionar no intestino e não ter efeitos no coração ou no sistema nervoso, como as que precisam de receita. A GlaxoSmithKline recomendou, em comunicado divulgado à imprensa, que a cápsula deve ser tomada três vezes por dia, junto com as refeições, para bloquear cerca de 25% da gordura ingerida junto com os alimentos.

O laboratório afirma que, com as pílulas, combinadas a um estilo de vida saudável, o consumidor pode chegar a perder 50% mais do que perderia apenas fazendo dieta. O novo remédio para emagrecer virá acompanhado de um guia de alimentação saudável, um diário, um contador de gorduras e calorias, cartões de informações para consultas rápidas e acesso gratuito a um plano de ação individual na Internet.

Fonte: EFE

Dieta da USP faz perder 15 kg em 15 dias

setembro 15th, 2016 | Posted by Giselle in Arquivo - (0 Comments)

A resposta é sim! A Dieta da USP, método de emagrecimento mais famoso dos anos 90, funciona, mas oferece perigos à saúde

Sucesso nos anos 90, a Dieta da USP é procurada até hoje pelos brasileiros. O motivo é simples: o método promete emagrecer muito em pouco tempo, com um cardápio basicamente formado de ovos, presunto e café.

Apesar do nome, a origem dessa dieta é duvidosa e já foi motivo de discussão. A própria Universidade de São Paulo não confirma o fato de o cardápio ter sido elaborado por seus especialistas. Mas, uma coisa é fato: quem fez garante que emagrece mesmo.

A princípio, a dieta deve ser seguida por apenas 15 dias. "Se for mantida por um tempo maior, a pessoa pode ter complicações renais e alterações cardíacas", diz a nutricionista Larissa Cohen, do Espaço Stella Torreão, no Rio de Janeiro.

Não se pode deixar de levar em conta os efeitos colaterais que a pessoa pode ter durante a dieta, como cefaléia, constipação intestinal, mau hálito, cansaço, fraqueza muscular, alterações no sono, estresse físico e emocional e, como todas as dietas de perda rápida, o risco de engordar tudo de novo. Vai encarar?

Cintura fininha x saúde
Se o objetivo é perder peso e o regime for seguido à risca, ele funciona, mas com algumas ressalvas. "O emagrecimento é rápido devido à perda de líquidos, massa muscular e pouca gordura. Quando a pessoa atingir seu objetivo e relaxar, ou seja, voltar à alimentação habitual, não conseguirá manter essa perda de peso", alerta Larissa.

Emagrecimento saudável é aquele em que não perdemos massa muscular nem líquidos, e sim, gordura de verdade; é um emagrecimento que não permite sacrifícios e se torna prazeroso ao longo do tempo.

A nutróloga Flávia Pinho aconselha a sempre procurar um médico antes de começar qualquer dieta com restrição calórica. "Muita doenças como hipertensão, diabetes, colesterol elevado são silenciosas", explica a especialista.

Primeiro Dia

Manhã: Café preto sem açúcar, com adoçante
Almoço: 2 ovos cozidos e ervas a desejar
Jantar: salada de alface com pepino e salsão à vontade

Segundo Dia

Manhã: Café com bolacha cream-crakers
Almoço: 1 bife grande com salada de frutas à gosto
Jantar: Presunto à vontade

Terceiro Dia

Manhã: Café com biscoito cream-crakers
Almoço: 2 ovos cozidos, salada de vagem e 2 torradas
Jantar: presunto e salada

Quarto Dia

Manhã: Café com biscoito
Almoço: 1 ovo cozido, 1 cenoura e queijo minas à vontade
Jantar: Salada de frutas e iogurte natural

Quinto Dia

Manhã: Cenoura crua espremida com limão e café preto
Almoço: Frango grelhado à vontade
Jantar: 2 ovos cozidos com cenoura

Sexto Dia

Manhã: Café com biscoito
Almoço: Filé de peixe com tomate à vontade
Jantar: 2 ovos cozidos com cenoura

Sétimo Dia

Manhã: Café com limão.
Almoço: Bife grelhado e frutas à vontade.
Jantar: Comer o que quiser, menos doce e bebidas alcoólicas

Observação sobre a dieta da usp :
1 – Depois de completa esta série, comece novamente desde o primeiro dia ao sétimo dia. Depois de 14 dias você terá perdido 14 Kg. No 15º dia você poderá retornar a seus hábitos alimentares.
2 – Ervas permitidas: agrião, chicória, alface. Pode beber água, café e chá o dia inteiro.
3 – Não deve trocar os alimentos da dieta e nem substituí-los de horário.

Fonte:mdemulher.abril.com.br